Segurança

do Paciente

IOSR - Instituto de Oncologia São Roque

____

 

Um time que trabalha alinhado à segurança do paciente

Na linha de cuidado do paciente, a segurança é um dos atributos de qualidade mais importantes porque tem como objetivo evitar danos às pessoas devido a falhas ocorridas no processo de atendimento na assistência. No IOSR, todos os profissionais atuam de acordo com as metas internacionais de segurança estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

____

 

Identificação e tripla checagem

 

Por essa razão, ao chegar à recepção da clínica, o paciente é identificado, recebendo uma etiqueta que informa seu nome completo e data de nascimento. Sempre que necessário, durante a consulta ou no tratamento quimioterápico, o profissional de saúde verifica esses dados com o prontuário e com a medicação que está sendo administrada.

A tripla checagem de informações é protocolo estabelecido em vários momentos do atendimento ao paciente pelas áreas de Enfermagem, Farmácia e Equipe de médicos, com objetivo de promover segurança na prescrição, manipulação e administração de medicamentos.

____

 

Prevenção à infecções

 

A correta higienização das mãos é fundamental para evitar infecções. Assim, todos os profissionais das áreas assistenciais e administrativas recebem treinamento em relação a forma correta de higienização das mãos. Para facilitar a manutenção desse cuidado e estendê-lo também a pacientes e acompanhantes, estão instalados dispensers de álcool em gel e sabonete líquido em pontos estratégicos das instalações do IOSR.

____

 

Pacientes com risco de queda

 

Na primeira consulta com a Enfermagem relativa ao tratamento quimioterápico, pacientes que apresentam risco de queda são identificados. Essa condição é registrada em seu prontuário e a Enfermagem orienta paciente e familiares sobre como minimizar esse risco.

Infraestrutura em prol da segurança

____

Nas instalações do IOSR, o trânsito de pacientes, familiares e acompanhantes é horizontal e o de todos os insumos – medicamentos e material de escritório, por exemplo – e de resíduos que precisam ser descartados na vertical. Isso contribui para que o atendimento ao paciente ocorra de forma ainda mais segura porque, entre outros aspectos, minimiza o contato desnecessário de pessoas com materiais que não fazem parte de sua atividade.

 

Assim, todo o recebimento de materiais e medicamentos é feito por uma entrada lateral externa no subsolo da clínica.

Eles são distribuídos às áreas de destino por meio de elevador carga especialmente destinado a essas atividades.

 

Os pacientes, por sua vez, entram pela recepção do térreo e têm toda a infraestrutura de consultórios e áreas de tratamento quimioterápico nesse andar.

 

O Instituto também adota processos de descarte de resíduos comuns, tóxicos e infectantes rigorosamente dentro de normas de segurança da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).